Publicado em Deixe um comentário

Entenda qual o papel da arte na educação infantil

Você, educador, já parou para pensar no papel da arte na educação e a importância dele para o desenvolvimento dos pequenos? 

No universo infantil, a educação artística convencional, como a pintura, é vista como uma diversão para a criança. Porém, a inserção da arte no ensino das crianças desde cedo tem diversos benefícios para o desenvolvimento cognitivo, motor e até mesmo na personalidade deles. 

Atualmente, a arte é pouco praticada dentro da maioria das escolas brasileiras,  considerada um privilégio para os que têm acesso. Um cenário que pode mudar, e a nossa esperança está nos professores. 

O que nos vem primeiro à cabeça quando o assunto é “arte”? Para muitos, pode significar um ato de lazer ou distração, para outros, o mundo artístico é mais do que um hobby, mas um instrumento de trabalho e desenvolvimento social. Acompanhe e saiba mais sobre esse assunto! 

Benefícios do ensino da arte para as crianças

Quando falamos sobre arte, o que não falta são benefícios na vida de um indivíduo. Imagine então para uma criança! Mencionamos acima que o papel da arte na educação vai muito além que colocar os pequenos para rabiscar.

Embora este tipo de ensino tenha a capacidade de evoluir o sentido motor e cognitivo dos pequenos, podemos listar também outras vantagens: 

– Desenvolvimento da interpretação;

– Aguça o senso crítico; 

– Ajuda na criatividade;

– Estimula o raciocínio;

– Funciona como terapia; 

– É uma tarefa para a diversão;

– Melhora a autoestima. 

Viu como são tantas as vantagens do papel da arte na educação? Lembre-se, a arte é capaz de mexer com a saúde mental e física, em qualquer idade. Para as crianças, é indicado que seja estimulado desde cedo. 

Importante destacar para você, professor, a relevância de incentivar os pequenos durante as práticas. Então, busque sempre impulsionar o pensamento livre, os gostos do pequeno, como forma de cativar as ideias e deixar a criatividade fluir! 

como implementar o papel da arte nas escolas

Como implementar o papel da arte nas escolas?

A Base Nacional Comum Curricular, BNCC, desde 2017, inseriu linguagens de Artes Visuais, Música, Dança e Teatro como componentes obrigatórios na base curricular das escolas. Por meio dessas manifestações, esperam desenvolver pessoas conscientes de si e da cultura, além de evoluir em várias áreas do conhecimento. 

A BNCC propõe trabalhar diversas dimensões das artes: 

– Criação

– Crítica

– Estesia

– Fruição

– Reflexão

Para as crianças, o contato com a arte auxilia na transformação de um ser crítico, capaz de dialogar, analisar, discutir questões sociais, culturais e políticas. 

Os professores podem aprender essas habilidades a partir das qualificações e da força de vontade em fazer a diferença. Precisamos reforçar que este profissional é mais do que um transmissor de informação, mas uma ferramenta de transformação social

Visto que o papel da arte na educação tem sua relevância no desenvolvimento do indivíduo, especialmente dos pequenos, a corrida para inserir a educação artística nas escolas já começou e você pode conferir de que forma ela pode ser estimulada e ensinada: 

1 – Teatro

2 – Música 

3 – Dança

4 – Literatura 

5 – Pintura

6 – Esculturas 

7 – Desenho 

8 – Artesanato

Atividades artísticas devem ser praticadas em casa 

Achou mesmo que a arte deve ser incentivada somente nas escolas? O papel dos pais durante este processo também é muito significativo no desenvolvimento da criança. 

Uma ótima opção é adicionar atividades de lazer culturais, como visitas ao museu, à biblioteca, criar um cantinho em casa para o pequeno desenhar, pintar, fazer qualquer coisa que solte a criatividade. Além de ser um refúgio para os problemas, também é uma forma de diversão. 

Para se aprofundar nos desenvolvimentos que possam ser aplicadas na educação infantil, recomendamos o curso online sobre Competências Socioemocionais para Educadores, de Tonia Casarin. 

De forma fácil e acessível, você aprenderá as habilidades da inteligência socioemocional e poder praticá-las dentro da sala de aula. 

Gostou do conteúdo? Tem alguma experiência sobre artes com os pequenos? Deixe seu comentário! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *