Publicado em Deixe um comentário

Esporte: aprendizado para a vida

Sempre achei que o Esporte pudesse ser uma das maiores ferramentas para o desenvolvimento de competências sociais e emocionais. O mundo acadêmico está entendendo quais competências devem ser desenvolvidas em crianças e adolescentes como “habilidades para a vida”. Ainda não chegamos no “como”, em quais ferramentas ou experiências de aprendizagem têm o maior impacto no desenvolvimento dessas competências.

Como esportista convicta e namorada de um atleta, sempre achei que o Esporte é a experiência de maior capacidade de desenvolver essas competências em crianças. Seja o esporte coletivo ou individual. Mas ainda não tinha visto nenhuma iniciativa e nem mesmo produção acadêmica que defendesse isso.

Designed to Move

Até encontrar o “Designed to Move” e sua proposta de “agenda de ação para atividade física.” Com projeção para 2030 de que a atividade física reduza em  34% no Brasil, a preocupação é que  os países emergentes não se prepararam em termos de saúde e infraestrutura social necessários para lidar com as consequências dessa inatividade física, conforme relatório divulgado pela própria instituição.  E a Educação Física (com letra maiúscula!) parece ser o melhor investimento a ser feito, com impactos na vida das crianças por toda sua vida.

Com uma abordagem holística dos benefícios do esporte para a vida – o que me fascina nessa iniciativa – , o Designed To Move aborda um modelo de capital humano que se divide em seis partes, como você pode ver na figura abaixo. Os benefícios de capital intelectual vão desde melhoria da função executiva da criança até o aumento da memória e velocidade de raciocínio. No pilar de capital financeiro, estão o sucesso no trabalho e a redução de faltas. O capital físico, além da melhoria da saúde física, a melhor nutrição e o melhor funcionamento do sistema imunológico também são alguns dos benefícios promovidos pela atividade esportiva.

Screen Shot 2014-09-05 at 5.01.48 PM
Modelo de Capital Humano – Designed To Move

Capital individual

As outras três áreas abordadas pelo modelo me interessam por conectar diretamente com o meu foco de estudo, o desenvolvimento das competências sociais e emocionais. Dentro de capital individual, os benefícios são o aumento do auto-conhecimento de atividades e habilidades próprias, o estabelecimento de metas como forma de desenvolvimento, o desenvolvimento de iniciativa e liderança, além da consolidação de valores como honestidade, respeito, integridade e responsabilidade. O aumento do entusiasmo e da motivação intrínseca, além de desenvolver a persistência e o compromisso também são benefícios do esporte para as crianças.

Capital emocional e social

Já em relação ao capital emocional , o aumento da disposição, da autoestima e autoeficiência além de uma consequente melhoria da autoimagem da criança são benefícios no âmbito emocional. Já em relação ao capital social, o desenvolvimento de relacionamentos positivos, a aceitação e a inclusão social, além do desenvolvimento da confiança mútua, trabalho em equipe e colaboração.

Dito isso, a prática de atividades físicas torna-se fundamental não somente para o desenvolvimento da criança, mas também para o benefício dela durante toda a sua vida. Uma criança ativa provavelmente continuará a ser um adulto ativo, cujos filhos tenderão a ser também, crianças ativas. É um ciclo virtuoso. Além disso, as crianças fisicamente ativas tendem a não se envolver com drogas, têm 15% mais chances de ir para a faculdade e um custo em saúde anual reduzido em aproximadamente R$ 2.741 e riscos reduzidos de doenças do coração, derrame, câncer e diabetes.

Repensar o físico

Portanto, parece me fundamental que as escolas estejam atentas a essa oportunidade. Para isso, repensar a prática de atividades físicas dentro da escola e utilizar o espaço das aulas de Educação Física como estopim desse desenvolvimento mais holístico das crianças é uma ação prioritária a ser tomada. No Rio, já temos o programa do Ginásio Experimental Olímpico Carioca que trabalha com uma abordagem parecida, tendo o esporte como principal pilar no desenvolvimento das crianças.

Convido a todos, portanto, a começar o dia se mexendo! Você e suas crianças. E, por que não, provocar as escolas sobre isso?

ctas-tmnb_modelo-2

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *