Publicado em 2 comentários

6 livros de inteligência emocional que você precisa ler – Tonia Casarin

Autoconhecimento é essencial para o desenvolvimento de qualquer indivíduo. Para alcançá-lo, você pode utilizar ferramentas de aprendizagem, como livros de inteligência emocional. Eles trazem estratégias de profissionais do comportamento com base em experiências de anos de trabalho. 

Com frequência, recebo pedidos de indicação de livros de inteligência emocional para que os pais e educadores possam entender um pouco melhor e ajudar os pequenos a desenvolver as competências sociais e emocionais. Portanto, vou indicar 6 livros para vocês. Vamos lá:

6 livros de inteligência emocional para seu autoconhecimento ler

1. Tenho Monstros na Barriga, Tonia Casarin

Tenho Monstros na Barriga foi inscrito por mim e não poderia faltar nesta lista. Nele, busco aumentar a consciência sobre as emoções e sentimentos tanto de crianças como adultos.

Os livros Tenho Monstros na Barriga e Tenho Mais Monstros na Barriga contam a história de Marcelo, um menino que sente “várias coisas” na barriga e não sabe o que significam. Quando descobre que são sentimentos, ele resolve chamá-los de monstrinhos. 

Ao longo das histórias, o menino narra os seus sentimentos e mostra 8 monstrinhos no 1º livro: 

  • Alegria
  • Tristeza
  • Raiva
  • Medo
  • Coragem
  • Curiosidade
  • Orgulho
  • Ciúmes 

No 2º livro, somos apresentados a mais 8: 

  • Amor
  • Solidão
  • Inveja
  • Vergonha
  • Saudade
  • Ansiedade
  • Culpa
  • Frustração

2. Inteligência Emocional, Daniel Goleman

Clássico de Daniel Goleman, Inteligência Emocional foi sucesso dos anos 90 e bestseller mundial, além de ser um excelente começo para entender sobre, claro, inteligência emocional. Como cientista e psicólogo, Goleman consegue equilibrar dados e informações sobre o comportamento humano, além de sua escrita transformar o texto num deleite para quem gosta do tema.

Ao dar um panorama geral, ele demonstra a importância das emoções e da capacidade de lidar com elas no desenvolvimento humano. O autor foca no desenvolvimento das dimensões da inteligência emocional para que os problemas na nossa vida individual possam ser evitados e como podemos lidar melhor com nós mesmos, com os outros e com as situações.

3. – Garra, Angela Duckworth

Em Garra, a psicóloga Angela Duckworth demonstra que o segredo para realizações na vida não é o talento, mas uma mistura de paixão e perseverança — que ela chama de “garra”. 

Por meio de exemplos de pesquisas que ela fez nos Estados Unidos, com cadetes na Academia Militar do exército americano, ela destaca conceitos sobre alta performance e, finalmente, compartilha com o leitor o que aprendeu ao entrevistar dezenas de pessoas bem-sucedidas nos mais diversos campos de atuação.

Angela também demonstra insights fascinantes e inspiradores para apreciadores do tema. Mais do que isso, mostra que a garra e não o talento ou a sorte pode fazer toda a diferença para alcançar os objetivos.

4 – A coragem de ser imperfeito, Brené Brown

Em A coragem de ser imperfeito: Como aceitar a própria vulnerabilidade, vencer a vergonha e ousar ser quem você é, Brené Brown fala sobre a humanidade que há em sermos imperfeitos e aceitarmos esse fato. 

O livro aborda a vulnerabilidade como fator fundamental para ser corajoso. Além disso, ensina como podemos usar nossos sentimentos, como medo e vergonha, para nos abrirmos ao amor e à aceitação. Brown também explica como fugir do erro e do fracasso nos afasta de desafios e de novas possibilidades. O medo de errar nos coloca em estado de defesa contra o olhar do outro.

Por fim, ela apresenta resultados de suas pesquisas e oferece insights valiosos para pensarmos em nós mesmos e na relação com nossos filhos. É um dos melhores livros de inteligência emocional, já que nelee você se sente acolhido pelas palavras e se sente próximo da autora.

5. Uma questão de caráter, Paul Tough

Em Uma questão de caráter, Paul Tough investiga quais características estão presentes nas crianças bem-sucedidas. Muitas das vezes, entendemos que o sucesso varia de acordo com a inteligência da criança, mas pesquisas apontam que o QI (Quoeficiente de Inteligência) e notas altas na escola não garantem sucesso na vida.

Como jornalista, o autor aborda a importância de desenvolver competências não cognitivas — a capacidade de lidar com o estresse — para quebrar o paradigma educacional atual. Ele também apresenta dados científicos e defende que é possível uma educaçåo para a vida em que as crianças tenham melhores oportunidades e se realizem pessoalmente.

 

6. Mindset, Carol S. Dweck

Professora de psicologia da Universidade de Stanford na California, a autora Carol S. Dweck é especialista internacional em sucesso e motivação. Ao longo de décadas de pesquisa, Carol desenvolveu um conceito fundamental: a atitude mental com que encaramos a vida, que ela chama de “mindset”. 

Por meio das pesquisas que desenvolveu ao longo de anos, a autora diferencia a mentalidade de crescimento da mentalidade fixa, mostrando p como o sucesso pode ser alcançado pela maneira como lidamos com nossos objetivos.

Um livro que, além de informativo, instiga o autoconhecimento do leitor e provoca para que possamos ser mais conscientes em relação ao nosso mindset.

Gostou de conhecer alguns livros de inteligência emocional? Você já leu algum deles? Conte aqui embaixo o que achou!

2 comentários sobre “6 livros de inteligência emocional que você precisa ler – Tonia Casarin

  1. Muito interessante essa abordagem, tirei umas dicas valiosas. Gratidão

  2. Olá, talvez vc fale sobre esse assunto….mas como mãe fico preocupada com meu filho de 4 anos, ele sempre se mostra bravo, de cara fechada e as vezes até resmunga quando algué de fora fala com ele…isso pode ser timidez ou insegurança?
    Abraço, e fico aguardando o início do curso! obrigada, Daisy.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *