Publicado em Deixe um comentário

O poder das metodologias ativas no aprendizado dos seus alunos

O poder das metodologias ativas

Educador, já pensou em aplicar as metodologias ativas no processo de aprendizagem dos seus alunos

Um formato inovador de ensino, as metodologias ativas têm como objetivo incentivar os alunos a aprender autonomia e participação, a partir de problemas e situações reais. 

Para entender melhor o assunto, vamos conversar um pouco. Confira abaixo! 

O que são as metodologias ativas? 

Diferente dos formatos tradicionais, as metodologias ativas oferecem experiências que influenciam – e muito – no desenvolvimento do aluno. O professor, que sempre foi o superior, transfere o protagonismo para o aluno, tornando se uma espécie de companheiro da jornada do estudante.  

Existem várias abordagens que podem ser trabalhadas dentro de sala de aula, sejam elas isoladamente ou em conjunto. A aprendizagem é baseada em problemas, projetos, gamificação, sala invertida e outros. 

Através da metacognição, que é uma ação fundamental para educação moderna, é possível proporcionar uma imersão em experiências que reconheçam as estratégias que melhor funcionam para si. 

Práticas na EAD 

Ganhando mais espaço por decorrência da pandemia global do COVID-19, as metodologias ativas podem ser aplicadas no EAD. Além do mais, as práticas são importantes na experiência remota do aluno, exigindo não só responsabilidades, mas autonomia e comprometimento. 

Por meio dos fóruns, chats e tarefas em grupos estimulam-se características colaborativas e a manifestação de ideias ou saberes publicamente, atuando ainda mais como protagonista da sua aprendizagem.

No EAD, o educador tem um leque de possibilidades com a turma, estimulando a aprendizagem a partir de atividades mais relevantes e centradas na individualidade dos alunos. 

Benefícios de trabalhar as metodologias ativas 

Professor, você já pensou nas inúmeras vantagens existentes na aplicabilidade dessa metodologia no ensino dos seus alunos? Pois bem, saiba que esses benefícios são essenciais para o desenvolvimento da criança e para o futuro dela. Veja abaixo: 

– Autonomia 

– Confiança

– Aprendizado envolvente 

– Aptidão em resolver problemas

– Protagonismo

Empatia

– Colaboração

– Senso crítico 

– Responsabilidade e participação 

Uma vez que essas metodologias ativas causam impactos positivos na construção das crianças, proporcionam também que o aluno pense diferente (ou fora da caixa). Por isso, educador, invista cada vez mais em conteúdos atrativos e interativos

Conheça os tipos de metodologias ativas 

Como funciona as metodologias ativas

Agora, vamos para o que interessa. Confira abaixo as abordagens que você, professor, poderá aplicar à vontade no dia a dia dos seus alunos. 

1) Aprendizagem baseada em projetos (ABP)

Essa metodologia faz com que os alunos esforcem para criar, explorar e testar hipóteses a partir da sua própria vivência, além disso, de forma colaborativa. 

O educador pode utilizar tecnologias como vídeos, fóruns digitais ou atividades que envolvam elementos de concretos, como cartazes e maquetes. 

2) Aprendizagem baseada em problemas

Enquanto a ABP exige que os alunos coloquem a mão na massa, a aprendizagem em problemas foca na parte teórica na resolução de caos. 

O método promove a interdisciplinaridade, um dos focos principais presentes da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Na prática, a construção acontece através de debates e júris, discutindo em grupo um problema.

3) Aprendizagem entre times 

Como o nome já diz, essa abordagem traz finalidade do trabalho em equipe. O método destaca o junto e a compartilhação das ideias. 

Aqui, o educador pode trabalhar através de um estudo de caso ou projeto para que os alunos resolvam os desafios de maneira colaborativa.

4) Gamificação 

A competitividade também precisa ser estimulada de forma saudável na aprendizagem do estudante. 

Dentro da sala de aula, pode ser usado elementos como jogos e desafios. A ideia é gerar engajamento, motivar a ação e resolver problemas de modo criativo. 

5) Sala de aula invertida 

Uma abordagem que reforça o objetivo de substituir as aulas expositivas em outros ambientes. Esse método é ótimo para fazer o aluno se interessar pelas aulas e participar ativamente do seu processo de aprendizagem. 

O seu diferencial também reside no uso da tecnologia, pois mistura a experiência digital e de sala de aula. Para que a sala invertida funcione, é preciso que os alunos apoiem a proposta.

Aposte nas metodologias ativas! 

Educador, para trazer novas experiências na aprendizagem dos seus alunos, não pense duas vezes. Insira as metodologias ativas nas suas aulas e auxilie mais no desenvolvimento dos estudantes. 

Usufrua da criatividade, cative cada vez mais o interesse dos alunos pelo conhecimento! 

Gostou do conteúdo? Deixe o seu comentário! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *