Publicado em Deixe um comentário

Por que as crianças devem correr riscos desde cedo?

Por que as crianças devem correr riscos desde cedo

Correr, subir em árvores, pular corda, brincar no balanço do parquinho… São brincadeiras que rendem muitos joelhos ralados, diversão e riscos! Sim, você não leu errado. As crianças devem correr riscos

Saiba que existem benefícios para o desenvolvimento dos pequenos se arriscarem desde bem cedo. Quer entender mais sobre isso? Confira abaixo que vamos explicar tudo direitinho.

As crianças devem correr riscos de forma saudável! 

É normal que você tenha medo dos riscos que o seu filho terá ao brincar fora de casa, ou de certas brincadeiras. Porém, passar por esses riscos na infância auxilia que elas se tornem adultos resilientes! 

No entanto, cabe aos pais discernir o que é risco real e risco percebido. O risco real é a criança andar de bicicleta no meio da rua, sem equipamentos de proteção. Já o risco percebido é quando o pequeno se sente desafiado a passar por uma experiência que pode machucá-lo, mas não de forma grave. 

Vivenciar essas experiências arriscadas só reforçam o aprendizado das crianças em lidar com o medo e entender quando vale a pena arriscar. Por isso, não bloqueie esse desafio que é supernatural para o desenvolvimento do seu filho! 

Atenção para o excesso de controle! 

É fato: ninguém evolui se isolando de riscos! É compreensível o motivo do excesso de proteção dos pais, como transformações sociais ocorridas nas últimas décadas e falta de preocupações das gerações anteriores. 

Por isso, é comum encontrar pais que veem as crianças como incapazes de passar por coisas que eles passaram anteriormente, e isso reforça a ideia da superproteção

Você, papai ou mamãe, precisa rever o olhar que tem sobre a autonomia do seu filho, encontrar um meio termo e ter um equilíbrio na interferência parental. Acredite, as crianças devem correr riscos e isso não será encarado como um “crime”. 

O seu pequeno deve ser apoiado, vencer os medos e arriscar. Claro, as crianças que são autoconfiantes em excesso devem ser alertadas sobre os limites das suas ações.

Entenda os benefícios das crianças correrem riscos 

Existem algumas brincadeiras com certos riscos para os pequenos e que são fundamentais para que as eles sejam mais seguros e confiantes: 

– Correr pelo pátio

– Pular corda

– Gira-gira

– Escorregador 

– Balanço 

– Andar de patinete, skate, patins ou bicicleta

As crianças devem correr riscos para fortalecer os desafios e situações quando forem adultas, como coragem para mudar de emprego, morar fora do país, empreender e investir em projetos inovadores, por exemplo. 

Essas brincadeiras que possibilitam os pequenos de se arriscarem, também são positivas para uma vida mais saudável, como atividades físicas, incentivo a criatividade, desenvolvimento de habilidades sociais e superação de frustrações. 

Encoraje sempre o seu filho a encarar os riscos 

Mais uma vez: incentive e deixe seu filho se arriscar enquanto pequeno. Isso só trará vantagens para o seu crescimento! As crianças devem correr riscos necessários na vida e isso fortalecerá a encarar o mundo, sem que o medo lhe impeça.

Comece agora a incluir atividades ao ar livre, com elementos naturais ou em playground, pois brincar apenas em casa não será tão benéfico quanto o contato com a natureza e a liberdade de correr e pular. 

Gostou do conteúdo? Deixe o seu comentário! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *